terça-feira, 17 de julho de 2012

Vila Nova de Milfontes 14-07-2012


No passado dia 14, fomos até à costa Alentejana para participar numa corrida de touros que tinha como destaque a comemoração do 50º aniversário da afamada ganadaria Brito Paes. Em tempos de crise, o público não quis ficar indiferente a esta homenagem e esgotou por completo as bancadas da desmontável situada junto ao campo de futebol, ficando, ainda, centenas de pessoas às portas!

O cartel era composto pelos cavaleiros, Sónia Matias, Filipe Gonçalves e António Brito Paes e para pegar os touros desta ganadaria dividimos cartel com os Amadores de Cascais.
Os novilhos-touros, cumpriram no geral, andaram com nobreza e voluntariosos com os cavaleiros, mas escassos de força, devido também ao piso da arena que se encontrava bastante solto. Em sorte, coube-nos o 1º, 3º e 5º touro da corrida e o Amorim optou por rodar a rapaziada mais nova!

Para abrir praça, esteve o João Mesquita, que ao mandar na investida, viu o oponente ensarilhar à sua frente e sem o descompor, recuou na perfeição para concretizar à primeira tentativa, vindo o touro a desviar ao grupo. De salientar ainda o primeiro ajuda, João Correia que pela primeira vez, vestiu a nossa jaqueta!


Para o nosso segundo touro, maior e mais fechado de paus, foi escolhido o José Marques (Cigano), que concretizou a sua pega também à primeira tentativa. Ao ver o touro arrancar solto, soube aguentar, recuar elegantemente e fechar-se com aqueles bracinhos, bastante trabalhados nas horas livres(!). O touro baixou a cara ao chegar aos segundas, depois do primeiras, Paulinho Oliveira, ter dado o corpo ao manifesto.


A nossa última pega, reservava o momento da noite. António Tomás, um forcado de disnastia, estreou-se a pegar pelo GFAC, e bem! Mandou vir o oponente, que saiu com pata, recuou, e agarrou-se até o grupo fechar com eficácia à primeira tentativa junto às tábuas. Só falhou o seu irmão, José Tomás, que nas primeiras, decidiu deixar o seu "mais novo " brilhar!



O Rabejador desta noite, Luis Gonçalves, brindou-nos com variadíssimos desplantes!



Terminada a corrida, fomos até ao restaurante Mar e Sol, onde tivemos como companhia, o cavaleiro Filipe Gonçalves e a sua equipa, bandarilheiros e apoderados. Foi mais uma noite bem passada, e termino com o momento alto do jantar, uma bonita homenagem do GFAC aos adornos do "Furacão do Algarve"!

  video


Um abraço a todos, e o Grupo de Coruche é o MAIOR!
Pedro Galamba

Sem comentários: